1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem avaliações)
Loading...

Financiamento estudantil. Veja opções de financiamento!

Os jovens brasileiros que têm o sonho e que desejam seguir uma vida acadêmica, e entrar na faculdade, mas não possuem orçamento compatível para pagar as altas mensalidades das instituições privadas em sua totalidade (100%), contam com opções de financiamento estudantil para realizar o sonho de ter um diploma de ensino superior no Brasil e fazer o curso que têm mais aptidão.

financiamento-estudantil

Financiamento estudantil. Imagem:divulgação

Seja qual for a sua escolha, fique atento a alguns detalhes antes de fechar um financiamento estudantil. É muito importante analisar as taxas de juros, as garantias solicitadas e o prazo para quitação da dívida. De olho nesses detalhes importantes, confira as opções de financiamento estudantil abaixo.

Bolsas do Prouni

O Programa Universidade para Todos é de responsabilidade do Ministério da Educação. A principal função é oferecer bolsas de estudo integrais e parciais de 50% em instituições privadas de educação superior. Para os candidatos aptos, são disponibilizadas vagas em cursos de graduação e sequenciais de formação específica.

Podem se inscrever os alunos brasileiros que ainda não tenha feito nenhum curso superior anteriormente, além de ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou em escola da rede particular, sendo bolsista integral da unidade escolar.

bolsas-do-prouni

Bolsas do Prouni. Imagem:divulgação

O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) é a porta de entrada dos estudantes para a vida de ensino superior. Através da nota obtida, o aluno consegue uma vaga em instituições.

Para obter direito as bolsas Prouni, faz-se necessária a participação no Enem, a partir da edição de 2010. Além disso, é exigida média das notas nas provas igual ou superior a 450 pontos e nota diferente de zero na avaliação da redação.

Bolsas de até 70% no programa Educa Mais Brasil

Outra oportunidade é dada por meio do Programa Educa Mais Brasil, que oferece inclusão educacional há mais de 10 anos. Através da iniciativa, brasileiros ganham acesso a instituições de ensino privado, com bolsas de estudo parciais.

educa-mais-brasil

Educa mais brasil. Imagem:divulgação

O Educa Mais Brasil faz parceria com mais de 15 mil instituições (universidades, centros universitários, faculdades, colégios e escolas técnicas), podendo, assim, dar bolsas de estudo com descontos na mensalidade de até 70% em diversos cursos, seja de graduação, pós-graduação, educação básica, cursos técnicos, cursos livres, idiomas, Preparatório para Concursos, Pré-Vestibular e até EJA – Educação Jovens e Adultos.

A iniciativa já contemplou mais de 400 mil alunos e dispõe de mais de 150 mil bolsas de estudo. Para você também fazer parte desta iniciativa revolucionária, basta de inscrever gratuitamente. Não perca essa oportunidade!

FIES

Há ainda o conhecido Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que é um programa do Ministério da Educação com foco no financiamento da graduação em instituições de ensino superior particulares. O diferencial deste programa é que os contemplados podem pagar a dívida com juros mais baixos.

Para ficar mais didático, compara-se o Fies com um tipo de empréstimo para pagar as mensalidades, com a diferença de que o aluno paga o valor apenas depois que finaliza o curso, tendo assim, maior possibilidade de efetuar a quitação da dívida, visto que estará empregado.

fies

Fies. Imagem:divulgação

Outro detalhe em relação ao Fies, é que o aluno pode dar entrada no pedido do financiamento em qualquer período do ano, e não apenas quando quiser entrar na faculdade pretendida. Para isso, ele precisa fazer a inscrição no SisFies, sistema do programa de financiamento estudantil.

Neste caso, os contemplados pagarão os juros de 3,4% ao ano, para todos os cursos. O lado positivo e que facilita para muitos brasileiros que precisam financiar o valor pago para o curso superior é que o aluno não tem que apresentar um fiador para participar do Fies.